Sou da duvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por está terra... honrando sua tradição!"


quinta-feira, 28 de abril de 2011














Desabafo



Palavras me fogem
Não há inspiração,
Estou pobre de poesia
Seca de melodia.

Um silêncio...
Um luto do coração,
Não inspira um verso,
Não esboça uma emoção.

Na ausência da emoção
Falta há poesia,
Que motiva o coração
De quem já foi poeta um dia.

Um coração desmotivado
O cérebro analfabeto,
Desconhece o poeta...
De prosa poesia e verso.

Um comentário:

  1. Olá!

    Na ausência da emoção me calo, me faço cúmplice do amigo que sou.

    Deixo cair a lágrima da saudade que nem mesmo sei de onde veio.

    Sinto secar na pele. sinto coçar. não toco nao me movo e não sinto.

    Rs delicia de texto!

    Um beijo enorme espero por vc no Alma!

    ResponderExcluir