Sou da duvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por está terra... honrando sua tradição!"


terça-feira, 1 de outubro de 2013

... não são as folhas que escolhem a direção!


Talvez sim... talvez não

Na vida se quer o vento
Sopra sem direção
Talvez sim, talvez não?!...
Mas, de fato, não são as folhas
Que escolhem a direção.

Há quem acredite em destino
Há quem diga que não,
Mas o fato é que nada, nada
Acontece-nos em vão.

Quisera o destino
Que nós estivéssemos aqui,
Quem somos nós
Pra querer discutir.

O passo antecede a perna
E conduz a direção,
E mesmo a pisada mais leve
Deixa sua marca no chão.

A água segue seu curso
A nascente não flui em vão,
Não a sequer um grão de areia
Que exista sem razão.

Há quem diga que sim...
Há quem diga que não!



2 comentários:

  1. Simplesmente ótima, minha amiga como é bom vir te visitar, abraços!

    ResponderExcluir