Sou da dúvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por esta terra... honrando sua tradição!"


quarta-feira, 31 de março de 2010

FELIZ PÁSCOA!

 
        Receita do meu “ovo perfeito”
Ingredientes: Amor, esperança, amizade, carinho e boa vontade.

Pegue a forma “Coração” e coloque uma boa porção de amor, recheio com muita esperança de brinde vai a mais pura amizade, decore com alegria, muitos sorrisos e beijos, embrulhe com carinho e entregue com um sorriso em um sincero FELIZ PÁSCOA!!!

Esta é a minha receita, mas você pode abusar nos ingredientes a sua maneira, o resultado vai ser sempre muita alegria.

 Amizade
Sincera amizade
Faz de um amigo um irmão

E do irmão um amigo
Do peito do coração
Amiga irmã, irmã amiga,
Não importa conotação
O que importa é o sentimento
Que temos no coração.

“A amizade é a forma mais doce do amor”.

 Bjs! FELIZ PÁSCOA!!!

sexta-feira, 19 de março de 2010

Poesia é o som do vento


















Poesia é o som do vento

No Brasil
Norte sul ou litoral,
Neste Rio Grande amado
A poesia pra todo o lado.

Quando o Rio Grande amanhece
Nasce também a poesia,
Nos pampas do meu Rio Grande
Tem quem recite um gigante.

Poesia é o som do vento
Este bárbaro lamento
Que não para de soprar

Se espalhando pelo tempo.
Sopra de sul a norte

Minuano... temporal
Forte, fraco, normal,

É sempre vento no final.

Assim é a poesia
Faça chora ou sorrir,
No murmúrio do sorriso...

No suspiro do lamento...

Há sempre uma poesia
Sussurrada com o vento!

Poesia no coração
É como vento em campo aberto,
Espalha se esparrama
Deita e rola na grama.

Sopra vento de saudade
Sopra vento de emoção
Recita a poesia
Que trago no coração.

Sopram ventos de saudades
Sopram ventos de emoção!

quinta-feira, 18 de março de 2010

Intuição de mãe - Mother's Intuition - Trực giác của mẹ -























Intuição de mãe


De repente eu acordei com um sorriso diferente,
Assim meio saudoso, mas contente
Pensei tentando entender
O porquê deste sorriso matreiro
Que zombeteiro me intimava
A sorrir assim do nada...


Reconheci então uma emoção diferente
Fluindo em meu coração feito água corrente
Um pressentimento uma intuição
Acelerando ainda mais meu coração
Na confirmação do que minha alma me dizia
Que agora sim mãe eu seria.




















Ser mãe


Ser mãe é renascer em vida
E ter o paraíso em suas mãos,
É não se importar com a dor
Na pressa de conhecer seu grande
Amor,
Ser mãe... É amar...
E amar, amar,
É beijar e abraçar
Sem nunca se cansar,
É conhecer o infinito amor,
Na alegria e na dor,
Ser mãe... É dar a vida,
E permanecer viva
Mas não se pertencer mais,
Ser mãe é o milagre da multiplicação,
Multiplicar vidas, amor,
E eterna devoção.


















Brincando de desenhar...
Luana, Vinicius e Natália meus filhos minha vida!

quinta-feira, 11 de março de 2010















Esperança

Eu sou o sorriso sinero,
Sou o medo na solidão,
Sou a dúvida sussurada
E a resposta encontrada
Na mesma estrada,
Sou aluz na escuridão
A ternura no coração,
Sou o sorriso da criança,
Eu sou... a própria esperança!

Verdadeira amizade!

















Verdadeira amizade

A verdadeira amizade
É leal a sua essência

De amigo de irmão,
Acima de tudo é sincera
Se magoada fala
Não fica calada,
Não guarda ressentimentos consigo
Reparte os com o amigo,
Não oculta em pensamentos,
Por mais que doa sempre fala a verdade,
Esta é a verdadeira amizade!



“A amizade é a forma mais doce do amor.”