Sou da dúvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por esta terra... honrando sua tradição!"


terça-feira, 29 de janeiro de 2013

春夏秋冬






春夏秋冬...

春の出産
夏のアクション
秋のリニューアル
冬瞑想

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

... e no silêncio fica a pergunta, mas... nunca vem resposta!













Há dúvidas, algumas perguntas...

Se a procura foi alcançada, por que descarta lá na estrada?!...
Se algo não é desejado, pode ser bloqueado,
Porém a dor projetada pode jamais ser curada!...

Se as escolhas são livres, os erros são livres também?
Mesmo que as nossas escolhas afetem outro alguém,
O único jeito de acertar e nos dando o direito de errar?...

Silenciar em resposta após começar a falar
Não é resposta é dúvida pra quem não consegue escutar!...

Privar aos olhos a visão...
Negar a memória ao pensamento,
"Bloquear" a emoção esquecendo o sentimento
A quem acredite que isso seja um alento.

Se a dúvida em fazer a pergunta, não merecemos a resposta...
Então escolhesse o erro e se afirma que é verdade...
E isso não é crueldade?

... e no silêncio fica a pergunta, mas nunca vem resposta!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

O tempo - time - temps - tid - Zeit...








O tempo

Não despreze o tempo, use-o, e use-o bem
Não se deixe vencer pelo cansaço o desanimo a preguiça
A vida flui em solene compasso
- e o tempo precede seus passos -
Tempo desperdiçado parado é tempo roubado
Água que flui sem molhar...
Poeira que não chega a ser grão,
O tempo que te pertence é o tempo do presente
O tempo que já passou, já flui se esgotou,
O tempo que há por vir, quem garante que virá?...
O certo é que todo o tempo uma hora se extinguirá!


Restless spirit - Inoema Jahnke.














Restless spirit

Sorry if sometimes I love callus and nothing you speak ...
Sometimes I feel like I'm missing something
Like I was half part of something incomplete
Restless spirit stir within me,
It is something spiritual, beyond good and evil,
Something that can not be judged whether it is right or wrong ...
It's something that is mine is part of who I am,
A wilderness, a nostalgia that comes without explanation
My gaze blurs, comes ... and passes!

Restless spirit






















 Espírito inquieto...


Desculpe amor se às vezes me calo e nada te falo...
Por vezes sinto que algo me faltam,
Como se eu fosse metade, parte de algo incompleto,
Espírito inquieto agita-se dentro de mim,
É algo espiritual, além do bem e do mal,
Algo que não pode ser julgado se, é certo ou errado...
É uma coisa que é minha que é parte do que sou,
Uma solidão, uma nostalgia que chega sem explicação
Meu olhar embaça, vem... e passa!



sábado, 5 de janeiro de 2013

Livros Nas asas da borboleta





“Teria a voz calada
na lágrima escorrida,
se os olhos não falassem
o que nela está contida!”


Livros Nas asas da borboleta.




Bala perdida - stray bullet - 流れ弾 - Ausreißer -αδέσποτη σφαίρα - balle perdue - шальная пуля ... É SEMPRE fim da história!





Bala perdida

Bala perdida que mata sem distinção
Lançasse a esmo, busca destruição,
Pobre inocente é mira na trajetória
Um estampido...

Bala perdida...

Fim da história.


O fogo arde na palha... fire burns in the straw... le feu brûle...






















O fogo arde na palha

Em mim hoje vês o outono
Esqueceste da primavera,
O tempo soprou nos olhos
As cinzas de quem eu era.

Em mim tu vês o passado
Não deslumbras o presente,
Esqueceste que mesmo cansada
A vida anda pra frente.

Em mim tu vês a centelha
Da chama que fui um dia,
E o fogo arde na palha...
E queima quem não devia.

O calor já não te aquece
O verão adormeceu!?...
A cada dia me perde
O amor que me esqueceu.