Sou da duvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por está terra... honrando sua tradição!"


segunda-feira, 11 de outubro de 2010

É preciso.















É preciso

É preciso que a saudade machuque de verdade,
Que leve ao vento as lágrimas
Envoltas em pensamentos,

É preciso, que a ausência seja sentida...doída
Que se relembre a partida
E se anseie o retorno,

É preciso sentir a inquietude do desejo
Que não cessa e arranca o sossego,

A vida assim, jamais cansa...
Renova-se na esperança!

7 comentários:

  1. "A vida assim jamais cansa e renova-se na esperança!"... A marca das tuas poesias é esta intencidade de emoção, esta vibralidade que diz tudo, onde até mesmo um leigo como eu torna-se um poeta ao recitar esta emoção!

    ResponderExcluir
  2. Olá Inoema;
    Que pazer é ler tuas poesias, sempre encontro algo diferente, novo e ao mesmo tempo perfeitamente poético, que a poesia continue a se manifetar em teu coração e a alegrar nossos ouvidos!

    ResponderExcluir
  3. Aa alma é como uma flor, se bem regada é de um colorido lindo que dá alegria de olhar, quando o colorido é muito vibrante a poesia nasce, tua alma é um jardim que eu adorei conhecer!

    ResponderExcluir
  4. Grades momentos, grandes histórias e a vida nós ensinando a viver em sua escola. Ah a saudade que veio e ficou, veio a saudade porque a história vivida foi muito boa. Coisas que não ficam sem passar em nossas vidas.

    Eu te admiro grande poetisa!
    parabéns pelo lindo poema!

    ResponderExcluir
  5. Ja dizia o mestre "Ser poeta é um estado de graça" e vc é só sorrisos!

    ResponderExcluir
  6. Olá poeta!!
    Eu brinco contando que a saudade, nada mais é que uma recompensa.

    Como uma velha carta, ou um poema manchado pelo tempo.
    A saudade é a forma que a alma encontra, para de fato sentir-se viva.

    Adorei o seu blog!
    Espero que venha conhecer o meu!
    Alma do Poeta... é um diario online, posto quase todos os dias.
    Espero sua visita!

    Vinicius.C

    ResponderExcluir
  7. A saudade é a tatuagem da alma. Vira e mexe, ela sempre está ali no mesmo lugarzinho e não se apaga jamais. Só sente saudades quem foi feliz um dia. Não sentimos saudades de infelicidades. Então, sentimos que é algo muito bom! Como muito bom é o seu poema. O seu blog está lindo! Adorei visitá-lo. Parabéns e obrigado pelo seu gentil convite. Sucesso, muito sucesso! Beijos. Jaime Rezende Mariquito (Jotaerre)

    ResponderExcluir