Sou da duvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por está terra... honrando sua tradição!"


segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Poesia Esperança











 




Esperança

Eu sou o sorriso sincero,
Sou o medo na solidão,
Sou a dúvida sussurrada,
E a resposta encontrada,
Sou a saída, e a chegada,
Na mesma estrada,
Sou a luz na escuridão,
A ternura no coração,
Sou o sorriso da criança,
Eu sou...A própria esperança.

Imagem banco de imagens domínio publico.

2 comentários:

  1. Que em 2011 esta esperança seja nosso presente!

    ResponderExcluir
  2. "Eu sou a propria esperança!" e eu sou grato pelo prazer de ler tão lindas palavras, minha manhã ficar muito melhor com tua poesia, abraços!

    ResponderExcluir