Sou da dúvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por esta terra... honrando sua tradição!"


quinta-feira, 19 de agosto de 2010

DESTINO

















A quem diga que o destino
A Deus pertence,
Que é caminho traçado
Água corrente,

Eu digo que o destino
É uma jornada...
Que tem partida certa
E hora de chegada,

Mas as paradas
Retornos e moradas,
São indefinidas...

O percurso desta caminhada
Por nós será trilhada,
Deus nos deu cérebro e coração
Para pensar e tomar decisão,

Podemos fazer o certo ou o errado,
Andar ou ficar parado,
Ser odiado ou amado,
Esquecido ou lembrado...

Na dúvida, devemos ouvir nosso coração,
A ele Deus confiou o segredo de nosso destino,
O início e o fim da estrada...
E ele nos guiara de volta a nossa morada.

Poesia "Destino" é parte integrante do livro IMORTAL