Sou da dúvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por esta terra... honrando sua tradição!"


terça-feira, 9 de novembro de 2010

BULLYING

BULLYING NEM PENSAR!


















BULLYING

A palavra mal empenhada
É navalha de castração
Lamina afiada
Que retalha sem perdão,

Ferida feita sem sangue
Não cura nem cicatriza,
A marca fica na alma
Ferida para toda a vida,

Nazismo no anonimato
Criminoso sem punição,
Nem percebe que de fato
Machucou um coração,

Quem empenha a palavra
Como se fosse faca
Fere, mutila e até mata,

A marca e permanente
O sofrimento é frequente
Mas é a alma quem fica doente!


Poesia livro/2009 Inoema Nunes Jahnke
Imagens banco de imagens dominio publico