Sou da dúvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por esta terra... honrando sua tradição!"


quinta-feira, 10 de novembro de 2011

E você já parou para analisar o seu baú?














Baú coração

Baú trancado aos olhos, liberto em emoção
Eis em mim contido no meu baú guardado
A plenitude do imortal a concepção do emocional,
As recordações da minha história eternizadas na memória
Lembranças da infância, lembranças de esperança, amor amizade...lealdade;
Meu baú é organizado pra tudo tem um lugar à emoção é que dita 
- a ordem da arrumação -,
A faxina emocional, limpeza espiritual 
...é feita seguidamente e continuamente
Para não ser sobrecarregado com aquilo que não deve ser guardado,
Nos porões do meu baú mesmo bem arrumado a um pó depositado
Penetrou entre as frestas escondeu-se nas arestas
Lembranças que mesmo descartada já cruzaram minha estrada,
Poderia fazer uma enorme faxina usar um aspirador,
Porém, sei bem que tudo na vida tem o seu valor
...até mesmo o pó que um dia chegou a ser grão serviu-me de lição.

"... pó é pó poeira na caminhada o que conta são os adornos 
da estrada a decoração da nossa morada!”


Inspirado no texto "cuide bem do seu baú" reflexão de uma jovem publicitaria  em seu blog "delírios de luh Jahnke" a leitura é sempre gratificante, de uma passadinha lá e leia na integra este texto uma excelente dica de reflexão. 

...E você já parou para analisar o seu baú?