Sou da dúvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por esta terra... honrando sua tradição!"


sábado, 5 de novembro de 2011

Terapia de vida!


      O poder das palavras escrita é terapêutico conforta o espírito, após escrever colocar no papel meus sentimentos, sinto meu coração leve...tão leve quanto o papel!

      Em tudo que eu escrevo a parte de mim seja inteira ou metade, mas em tudo que escrevo há verdade; quando escrevo psicografo minha alma, minha mente não interfere, ali no papel a razão perde pra emoção que relata a penas sentimentos emoções desta e de outras vidas, emoções contidas em mim que imploram pra sair,  quanto mais escrevo mais conheço minha essência meu eu verdadeiro a alma sussurra o coração escuta a mão obedece e escreve, as palavras impregnam-se no papel que entende e aceita meus relatos meus desabafos às vezes reconheço o sentimento estou ali inteira em cada palavra, outras sou metade refletida em si mesma como um espelho de água, não sei se mergulho nele ou se ele me inunda só sei que ele me remete pra dentro de mim, além da minha consciência ali sou metade da realidade e quando me reconheço inteira novamente sou mais plena, completamente plena de mim mesma!



...escreva, rascunhe, rabisque seus sentimentos...desabafe no silêncio do papel, verás que a vida fica mais leve, a mente é mais sabia quando relaxada e o coração bem, bem mais feliz!


"O meu terapeuta é bem barato uma caneta um bloco de papel, na versão moderna um teclado e uma tela...o diva é o coração onde a alma completamente relaxada liberta a emoção!"