Sou da dúvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por esta terra... honrando sua tradição!"


terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Gotas de orvalho são apenas brisa que flui sem direção, Fluindo em gostas de orvalho ... de pura, pura emoção



Gotas de orvalho

Quando a lua brilha no céu
E as nuvens ficam no anonimato,
Bem ali, entre a noite e o dia...
Neste momento exato,
Onde não há nada a falar 
...ali, só o silêncio a testemunhar, 
Despidas dos corpos entregam-se as almas,
Nesse momento mágico
...são apenas brisa que flui sem direção,
Fluindo em gostas de orvalho
...de pura, pura emoção,
A vida nasce ali naquela -fração de segundo-
No momento onde parasse o tempo
...e observasse o mundo...
onde o dia ainda adormecido nos braços da noite desperta
Ali naquele segundo onde noite e dia podem se tocar
A magia se completa...frenesi que desconcerta


O silencio e rompido em um delicioso gemido!