Sou da dúvida a pergunta, não a resposta... e isso por si só me basta! Não sou um ponto de ?interrogação? Mas, uma pausa no tempo... onde as reticências recitam poesia...

"Sou gaúcha é isso é certo, traga a chama da emoção o amor por esta terra... honrando sua tradição!"


quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Meu herói!...















Eternamente meu herói.

Um herói como o meu não morre apenas sai do alcance da visão,
Mas o seu amor, a sua proteção nunca sai do coração...
Os seus ensinamentos permanecem vivos no pensamento...
E acreditem isso, é uma certeza não um alento.

Um herói como o meu é impossível de esquecer
Pois o elo que nos une, nem o tempo pode romper,
Esse amor se mantém a salvo no firmamento...
Nas lembranças, nos momentos... bem longe do esquecimento.

O herói que Deus me deu sempre me cuidou com carinho
Mesmo na distância, com seu amor me acompanhava no caminho,
Agora não há de ser diferente, e isso, mesmo triste me deixa contente,
Pois sei que em mim, sempre haverá “a gente”.

Amanhã quando o hoje se tornar passado, e a dor tiver aliviado
Não vou chorar ao olhar e não vê-lo a meu lado...
Vou olhar pra mim mesma e ver o quanto dele há em mim
E me alegrar na certeza que este “estar” não tem fim.


Para meu pai, o meu grande herói...



Descanse em paz com a certeza que o senhor foi o melhor pai do mundo, te amo hoje e sempre; “Deus pai receba e guarde em sua companhia meu querido e amado pai, que a luz divina o ilumine e lhe de paz eterna, amém!”